E-mail

ATENÇÃO! NOSSO E-MAIL MUDOU!!! PARA ENTRAR EM CONTATO, ESCREVA PARA: espanadores@gmail.com



segunda-feira, 2 de maio de 2011

Luna Clara & Apolo Onze - Adriana Falcão











"O pai de Luna Clara andava por aí pelo mundo, com a chuva sempre chovendo na cabeça dele, desde que (por uma estranha coincidência do destino) ele se desencontrou do seu amor, olha só que coisa mais triste.

Fazia mais de treze anos que o pai e a mãe de Luna Clara se encontraram, se apaixonaram, se casaram e se perderam um do outro, tudo isso em três dias apenas. 

Diziam que ele era muito sortudo antes.
Infelizmente, um dia, ele perdeu a sorte.
Foi naquela estrada maldita, entre Desatino do Sul e Desatino do Norte, num lugar chamado Vale da Perdição que (por coincidência?) ficava exatamente no meio do mundo.

Coitado de Doravante.
 1. Perdeu a sorte; 2. Perdeu sua mulher, Aventura; 3. Perdeu a chance de conhecer a filha (que nem seque sabia que um dia teria); 4. Perdeu o sol ainda por cima.
Tudo isso "juntodeumavez", como ele mesmo dizia.
Doravante tinha mania de juntar as palavras para apressar as coisas.
Quando disse "euquerocasarcomvocêAventura" foi assim mesmo, desse jeito.
Casaram no dia seguinte.
E logo no outro se perderam pelo caminho.
Nãotinhaqueterseparadonuncadroganãodeviamtermarcadoaqueleencontro."
Esta frase não saía da cabeça dele, dentro, enquanto a chuva também não saía fora.
Porque com tanto azar assim "juntodeumavez", é claro que a chuva resolver seguir Doravante pela vida. "  Página 10

Existem livros que você olha milhares de vezes na prateleira e pensa que em algum momento você vai pegar ele de uma vez e ler? O livro de hoje, Luna Clara & Apolo Onze, sai dessa situação para ficar naquela prateleira de livros lidos. 

Nunca fui um leitor assíduo de livros infantis, me aproximei desse mundo nos últimos três anos e nessa nova "fase", por assim dizer, encontrei um livro belíssimo que me impressionou muito com sua forma suave de dizer coisas difíceis para todas as crianças. Estou falando de Mania de Explicação da Adriana Falcão. 

Ela começa com uma menina falando de definições, por exemplo: Tristeza é uma mão gigante que aperta seu coração. // Alegria é um bloco de Carnaval que não liga se não é fevereiro // Felicidade é um agora que não tem pressa nenhuma // Angústia é um nó muito apertado bem no meio do sossego // Indecisão é quando você sabe muito bem o que quer mas acha que devia querer outra coisa ...  

Fiquei apaixonado por esse livro e pela forma de explicar todas essas coisas tão difíceis de definir. Depois disso li e reli esse livro muitas e muitas vezes e numa dessas coincidências descobri que ela escreveu um livro juvenil chamado Luna Clara & Apolo Onze. Nem preciso dizer o quanto foi bom ver o estilo dela tão peculiar em um livro destinado ao público juvenil, publico esse tão difícil de agradar. Se bem que nesse caso não é por culpa dos livros, acho que é uma idade muito difícil para os livros. Normalmente ficam entre as aventuras de fantasia e os diários das princesas e muita coisa se perde e com isso infelizmente não se formam tantos leitores. Mas isso já é outra questão que merece um espaço muito maior e hoje só quero falar sobre Luna Clara & Apolo Onze

Pensei em diversas formas de poder explicar a trama do livro, mas não sei se conseguirei ser claro, mas vamos lá: Antes de mais nada é uma história de amor, ou várias na verdade. Mas a principal é a história de Aventura e Doravante "Se encontraram, se casaram e se perderam um do outro, tudo isso em três dias apenas" e dessa união nasceu Luna Clara que todos os dias aguarda na entrada da cidade de Destino do Norte a chegada do seu Pai Doravante que ela nunca conheceu e já se passaram 13 anos do desencontro entre os dois apaixonados. 

Com essa história de certa forma até simples somos apresentados a inúmeros personagens tão cativantes que vão ficar na sua memória por muito tempo, como por exemplo, um Papagaio que tem um conhecimento incomparável, um senhor que tem mais de 45.000 histórias na cabeça entre outros. 

Doravante e Aventura se conheceram na festa que comemorava o nascimento de Apolo Onze em Desatino do Sul. E depois de um desencontro do destino, Doravante perde a Sorte e sai andando pelo mundo com uma de chuva interrupta em cima dele. Os anos vão passando e Apolo Onze então completando treze anos é um garoto meio apático que não tem desejo de nada, somente uma fascinação pela Lua. Luna é uma garota especial que se interessa e muito por histórias mas que sofre muito por não conhecer o pai e em uma certa sexta-feira dos ventos, tudo vai mudar.

Entre tantos encontros e desencontros é impressionante a forma sutil como Adriana Falcão vai costurando a história que parece complicadíssima, mas ela faz parecer simples, principalmente pelos mapas divertidíssimos com a posição de todos os personagens da história em movimento.

Livro leve e muito divertido, que vai te emocionar ou no mínimo te fazer sorrir e se sentir melhor com um pouco mais de cor e esperança num mundo tão cinza.


Luna Clara &; Apolo Onze 
Autora : Adriana Falcão
Ilustrações de José Carlos Lollo
Editora Salamandra
328 páginas

11 comentários:

  1. eu quero o livro inteiroooooooooo.....hsuahsuahsu

    ResponderExcluir
  2. que porcaria é essa

    ResponderExcluir
  3. eu qro o livro inteirooooooo...

    ResponderExcluir
  4. Eu li e adorei o livro!!!

    ResponderExcluir
  5. o livro é muito bom e vale a pena ler , vc se envolve com a história e quando chega no final que por sinal é muitoo fofo vc fica triste com vontade que ela continue...!!!!

    ResponderExcluir
  6. Esse livro é simplesmente encantador! Daqueles que se lê, põe na estante mas sempre se volta a procurar.

    ResponderExcluir
  7. eu super amei , tenho 13 anos e só li 2 livros contando com esse , mas minha vida está mudando muito , livro é uma ótima coisa e nunca havia percebido , não tem como não se apaixonar por um livro como esse ! *-*

    ResponderExcluir
  8. Nossa eu quero mt ler esse livro,minha amg fez um resumo dele na sala de aula para tds os alunos e eu amei ele...mais infelizmente ñ pude ler ele inteiro pois tem o rodizio em sala de aula e minha outra amg que gostou mt tbm pegou primeeiro!rs

    ResponderExcluir
  9. nooooooosssaaa!!!!!!!!o livro e muito bom,ja li ele mas ele e muito grande e complicado!

    ResponderExcluir
  10. o livro eh mto bom no inicio eh um pouco chato e confuso mas dps eh legal

    ResponderExcluir
  11. O livro impressiona pelo lidar com a linguagem, além do(s) tema(s), claro. Com certeza, "Luna Clara e Apolo Onze" estará sempre na minha estante.

    Sucesso aos blog!

    ResponderExcluir